Haciendas - Mundo do Jamón

SOBRE O JAMÓN

O presunto espanhol é famoso no mundo inteiro pelo seu sabor singular. Além de ser apreciado pelo mundo e reconhecido como iguaria espanhola, o jamón é definitivamente um dos produtos prediletos da gastronomia ibérica para os espanhóis. Os presuntos encontrados na Espanha distinguem-se em dois tipos: o jamón ibérico e o jamón serrano.

Estes dois tipos de presunto espanhol derivam do porco ao qual são feitos. Enquanto o jamón ibérico é feito a partir do porco pata negra, o jamón serrano é feito do porco branco. No que se distinguem em sabor em relação aos outros tipos de presunto do mundo, a iguaria espanhola se dá pelo modo como são criados os animais e o sabor então é influenciado pelo tipo de pastagem onde podem mover-se livremente, alimentação e o tempo em que é curado.

Existe ainda classificação para os presuntos espanhóis e isto é determinado pela quantidade de bolota que comem. Para explicar, a bolota é um fruto de árvores da família do carvalho, que existem em abundância em Portugal e na parte oeste da Espanha. Ao comer bolotas, a carne do porco vai ganhando sabor diferenciado e com isto, classificações diferentes.

O JAMÓN SERRANO

Jamón Serrano Haciendas

O jamón serrano é o mais consumido na Espanha pela facilidade de ser encontrado e pelo seu preço mais econômico. Ao contrário do jamón ibérico, a denominação de jamón serrano não está relacionada com a raça do animal, mas sim com a forma em que a carne é curada.
Normalmente todos os presuntos que não são ibéricos são chamados de serranos ou de jamón branco, os animais utilizados não procedem do porco ibérico e as raças mais utilizadas são o Pietrain, Duroc, Landrace e Large White.

Os presuntos só são realmente serranos quando a cura é feita no clima seco e frio da serra, caso contrário devem ser chamados de jamón curado.
O processo de produção único da Haciendas garante que o Presunto Serrano contenha um teor de sal muito inferior ao resto dos presuntos fatiados do mercado, sendo a melhor opção para aqueles que sofrem de pressão alta, mas que de vez em quando desejam dar um presente ao seu paladar.

Como classificar um Jamón Serrano?

  • Jamón de Bodega: 9 a 12 meses de cura
  • Jamón Reserva: 12 a 15 meses de cura
  • Jamón Gran Reserva: mais de 15 meses de cura

Sem dúvida é o produto mais nobre da linha Haciendas Reserva. Com 12 meses de cura, cada pernil suíno consegue os sabores e aromas mais incríveis, só a partir de processos inspirados na natureza e as mudanças do clima durante as 4 estações do ano nas regiões serranas da Espanha.

o Jamón Serrano não contém glúten e não contém lactose.

  • Jamón Serrano - Haciendas
  • Jamón Serrano - Haciendas
  • Jamón Serrano - Haciendas
  • Jamón Serrano - Haciendas
  • Jamón Serrano - Haciendas
  • Jamón Serrano - Haciendas

O MÉTODO DE CURA

Segundo historiadores, a primeira salga em uma carne foi há 10 mil anos a.C, quando as pessoas enterravam o alimento na praia, onde a água do mar curava.

O processo de cura surgiu nos tempos antigos quando não existiam métodos de conservação de alimentos. Para conservar a carne, era usado o sal em diversas espécies de animais para prolongar o tempo de vida do alimento, com o passar dos anos percebeu-se que algumas carnes ficavam mais saborosas de acordo com o tempo prolongado de cura.

O pernil do porco é curado com aplicação do sal marinho e permanece por meses em condições de temperatura e umidade controladas, para que o sabor, aroma e a textura fiquem apurados.

  • Haciendas
  • Haciendas
  • Haciendas
  • Haciendas
  • Haciendas
  • Haciendas

VÍDEOS E DICAS

Confira conteúdos pelo mundo sobre os Jamóns. Aproveite!
YOUTUBE HACIENDAS